image1 image2 image3

ALL THE WORLD|WELCOME

Traçados de imagens e ortografia: Vago

Já está tudo sonhado. O mundo, o céu, as rotas, as possibilidades.
Já só resta ao tempo, o tempo.
Já só resta à luz, a luz.
Ao sonhador cabe a tarefa de repousar, ao pintor a de pendurar os quadros, ao escritor a de montar as prateleiras e ao músico a de fazer silencio. Todos inventores do presente, um presente queimado do que passou, um presente que já nem é, foi. 
Ocorre à vida a mesma maneira de ser feita, a sua própria criatividade resume-se ao resumo de cada dia, e é limitada... se é.
Impressionante como o mundo, que havia sido cheio de voltas, se findou na mostra do que já há e o sonho passou também a ser o que já há.
Há e é,  tão imenso, tão abrangente, tão disseminado que já está tudo sonhado.
O escuro já não é vazio, mas labirinto pelo meio de tudo o que já está ocupado.
Já não há vago, espaço pronto a receber, tela em branco.
E o vago é tão importante como sagaz. É imprescindível, motor de procura, enervação, vitalidade.

Share this:

CONVERSATION

0 comentários:

Enviar um comentário